Turismo no Lago de Furnas

O Lago de Furnas banha muitos municípios de Minas Gerais e ajuda a incrementar o turismo na região. Seguindo para o norte mineiro a partir da região de Poços de Caldas, há pequenas cidades às margens do Lago. Uma delas é Carmo do Rio Claro, que possui diversos hotéis. Um deles, o Hotel Pesqueiro Estância Bela Vista, é indicado para quem busca paz e tranquilidade. Há os tabuleiros para pesca e também a piscina, para quem prefere ficar aproveitando o Sol.

Os quartos são simples e o hotel não tem wi-fi. O sinal de Internet é fraco e pega somente em alguns pontos. O hotel fica a uns 6 km do asfalto, com acesso por estrada de chão. Está bem na beira do Lago.

Além do espaço para caminhadas, o hóspede se depara com outros “hóspedes”. Uma grande família de pavões costuma passear pelas dependências do hotel.IMG_20190111_165705109_HDR.jpg
O hotel é indicado realmente para quem busca paz e sossego.

Confira também meu perfil no Instagram. Ou no Twitter.

Anúncios

Coisas de Curitiba

Sempre que eu viajo a Curitiba, aproveito para curtir algumas coisas que não tem em Porto Alegre. São coisas simples. Eu não gosto de sair à noite nem tenho hábitos extravagantes. Curitiba, por exemplo, tem o 10 pastéis que, na minha opinião, é um dos melhores do Brasil. O pastel com massa de chocolate é demais.

Em se tratando de lanches, tem a sanduicheira do Júnior Durski, que funciona junto com a Vó Maria Durski.

A gente mesmo faz o pedido de paga. Depois só retira. Muito prático.

O sanduíche com carne desfiada de costela é muito bom. E depois do lanche, a sobremesa fica por conta do Au Au. Um founde de morango.

Curitiba tem ainda a Rua 24 horas que funciona.

Aos domingos, no Largo da ordem, é dia de comprar balas de coco. A melhor do Brasil.

Sem falar que é uma região bem bonita da cidade.

Como se vê, meus hábitos são simples e baratos. Por isso sempre sobra grana para viajar. Para acompanhar mais fotos de viagens, me siga no Instagram. Também estou no Twitter.

Minas Gerais: Caldas e Pocinhos

No quinto dia de viagem cheguei finalmente a Minas Gerais, o meu estado preferido. Conheço muitas cidades por lá e desta vez fiquei em lugares que ainda não conhecia. Na saída de São Paulo para Minas, uma última parada em Águas do Prata, uma pequena cidade com atrativos naturais. Como esta cascatinha.

IMG_20190110_115802364_HDR.jpg

Em Minas, a primeira parada foi na cidade de Caldas, que também tem sua festa da uva. A igreja matriz fica na praça, perto do local onde é realizada a festa. Caldas também é a cidade dos doces.

IMG_20190110_134702902.jpg

O melhor lugar para ficar em Caldas é Pocinhos do Rio Verde, que tem atrações naturais, como rio e cascatas. Fica a uns 10 km do centro. Há placas indicando o caminho. Eu fiquei na Pousada Chácara Tambasco, que estava com o preço mais em conta. Fica ao lado do rio, num lugar tranquilo.

IMG_20190110_181404789_HDR.jpg

IMG_20190110_181414977_HDR.jpg

A parte interna do casarão central é bem bonito.

IMG_20190110_175258872.jpg

IMG_20190110_175322319.jpg

IMG_20190110_175312788.jpg

A pousada é simples, os funcionários são atenciosos e é bem silencioso à noite. A piscina fica do outro lado da rua, na beira do rio. Só achei um lugar meio abandonado. Falta melhorar a estrutura, como colocar cadeiras para os hóspedes. Poderia ter cadeira de praia nos quartos e cada um levaria a sua para a piscina. No mais, tudo ok. É um lugar bom para passar um dia descansando.

IMG_20190110_174941944_HDR.jpg

IMG_20190110_155724778_HDR.jpg

Caldas fica ao lado de Poços de Caldas, que é maior e mais conhecida cidade da região, que tem paisagens espetaculares.

IMG_20190110_143801342_HDR.jpg

Confira também minhas fotos no Instagram. Ou no Twitter.

 

São João da Boa Vista, cidade dos casarões

Eu conheci esta bela cidade ao procurar um hotel com piscina na região, no meu caminho para Minas Gerais. São João da Boa Vista fica quase na divisa com o estado mineiro. O Hotel em que fiquei, o Giordano Mantiqueira, tem uma ótima piscina.

IMG_20190109_171234002.jpg

A cidade é  muito bem servida em termos de gastronomia. Não falta lugar para uma refeição. Tem para todos os gostos. Eu fui na Pizzaria Brasil, perto do hotel, e a pizza estava ótima. O preço também. No centro da cidade, a surpresa é a grande quantidade de casarões, certamente dos tempos de ouro do Café.

IMG_20190110_101342306.jpg

IMG_20190110_102012150_HDR.jpg

É possível estacionar o carro nas proximidades da igreja e caminhar pelo centro, apreciando as casas antigas.

IMG_20190110_101018833.jpg

 

IMG_20190110_101515754.jpg

IMG_20190110_101456727.jpgIMG_20190110_101154380.jpg

IMG_20190110_101649868.jpg

No centro também fica a igreja matriz.

IMG_20190110_100936026.jpg

Que é muito bonita em seu Interior.

IMG_20190110_102959727.jpg

IMG_20190110_103303804.jpg

Outro lugar de São João da Boa Vista que vale a pena uma visita é a antiga estação ferroviária, onde funciona um centro cultural. O prédio está em reforma.

IMG_20190110_104306986.jpg

IMG_20190110_114750801_HDR.jpg

IMG_20190110_104155984_HDR.jpg

IMG_20190110_114549691_HDR.jpg

Tive a impressão que São João da Boa Vista é uma boa cidade para se viver. Confira mais fotos de viagem no meu perfil no Instagram. Ou no Twitter.

Holambra, cidade das flores, que não encanta tanto assim

Localizada a cerca de 40 Km de Campinas, Holambra é conhecida pelas plantações de flores. É o que atrai turistas à região. Pena que a cidade esteja preparada para receber os visitantes apenas em fins de semana, feriados e ocasiões especiais. Em dias de semana, por exemplo, é impossível subir até o mirante do Moinho. O acesso é somente até o terceiro andar. Não tem explicação para esse lapso.

IMG_20190109_093809128.jpg

Holambra tem origem holandesa. Na verdade, a cidade é bem pequena. Tem uma rua turística e alguns lagos.

IMG_20190109_131433679.jpg

IMG_20190109_103002069_HDR.jpg

Abaixo fica o deck do amor, uma das atrações da cidade.

IMG_20190109_100741121.jpg

Para visitar as estufas de flores, apenas contratando um passeio. O City Tour custa 45 reais por pessoa e o passeio dura cerca de 1h e meia.

IMG_20190109_114602561.jpg

IMG_20190109_120909608.jpg

IMG_20190109_114725118.jpg

IMG_20190109_120311515.jpg

Holambra tem uma avenida principal e algumas ruas adjacentes. O que falta na cidade são placas indicativas dos locais turísticos. Um erro grave. Quem está de carro custa a se localizar.

IMG_20190109_095129716_HDR.jpg

IMG_20190109_101658953_HDR.jpg

IMG_20190109_124425133.jpg

Outro problema é a falta de lugar para estacionar. Se em dias de semana é complicado, imaginem num fim de semana, quando a quantidade de turista aumenta. Abaixo foto do pórtico, onde funciona um centro de atendimento ao turista, mas atenção, apenas em feriados e fins de semana. Nos demais dias está inexplicavelmente fechado.

IMG_20190109_140625561_HDR.jpg

Acho que o pessoal da prefeitura de Holambra deveria fazer uma visita a Gramado, por exemplo, para ver como se recebe o turista. Outra coisa: achei os hotéis de Holambra excessivamente caros para o que oferecem. Mas não faz mal. Hospede-se em Campinas, que fica perto e tem hotéis para todos os gostos. Além disso, Holambra é tão pequena e oferece tão pouco ao turista que o passeio de meio-dia já é suficiente. Confira  mais fotos de viagens no meu perfil do Instagram. Ou no Twitter.

Na cidade de Campinas/SP

Estive várias vezes no Estado de São Paulo, mas em Campinas foi a primeira vez este ano. É uma das maiores cidades paulistas. Bem bonita, com vários parques e praças. Um dos parques é o Bosque dos Jequitibás, um lugar bastante procurado por pessoas que fazem exercícios ao ar livre. Lá tem um Zoo e um aquário.

IMG_20190108_110557817_HDR.jpg

IMG_20190108_111039553.jpg

Um dos pontos turísticos de Campinas é a Torre do Castelo, uma antiga caixa d’água. Pena que é meio difícil achar lugar para estacionar.

IMG_20190108_161704995.jpg

Do alto da torre, uma vista da região em 360 graus.

IMG_20190108_161010983_HDR.jpg

IMG_20190108_160944521_HDR.jpg

IMG_20190108_161105861_HDR.jpg

No centro, a catedral de Campinas foi palco de uma tragédia em dezembro de 2018. Um homem matou várias pessoas após uma missa.

IMG_20190108_100510031_HDR.jpg

Na frente da Catedral fica o Largo do Rosário.

IMG_20190108_101008698.jpg

IMG_20190108_100304776.jpg

Campinas foi apenas um ponto de parada nesta viagem que começou em Caçador, SC. Depois de Campinas segui em direção a Minas Gerais, mas ainda fiz uma parada em SP. Na cidade de São João da Boa Vista, na Serra da Mantiqueira, a 40 km de Poços de Caldas. Com 34 graus de temperatura, somente a piscina do hotel para se refrescar…

IMG_20190109_171203351_HDR.jpg

Antes de chegar a São João da Boa Vista passei por Holambra, a cidade das Flores, que fica a 38 km de Campinas. No próximo post foi escrever um pouco sobre a cidade. Confira mais fotos de viagens no Instagram. Ou no Twitter.

No Meio Oeste catarinense

A região do Contestado fica no Meio Oeste de Santa Catarina. Caçador é a maior cidade da área. Uma cidade industrial. Não é muito turística, mas tem um museu bem interessante, o Museu do Contestado. A revolta do Contestado ocorreu entre 1912 e 1916 e se originou num descontentamento de agricultores com a decisão do governo brasileiro de doar terras na região a estrangeiros. Milhares de pessoas morreram neste conflito. O Museu do Contestado é uma antiga estação ferroviária em Caçador.

IMG_20190105_174733275_HDR.jpg

IMG_20190105_174424521_HDR.jpg

Há uma Maria Fumaça e vagões antigos de trem preservados.

IMG_20190105_174603539.jpg

IMG_20190105_174609448_HDR.jpg

IMG_20190105_174638731.jpg

Para entrar no museu o ingresso é 1 real e há bastante material interessante da região. Outra atração de Caçador é uma antiga ponte de madeira, construída em 1924.

IMG_20190105_181250889.jpg

IMG_20190105_181304837.jpg

IMG_20190105_181327089.jpg

O Rio do Peixe é que corta a cidade e há várias pontes para a travessia. O Rio do Peixe é bem tortuoso e banha vários bairros e o interior do município. Caçador está há pouco mais de 500 Km de Porto Alegre. Caçador fica numa área de serra, a mais de 900 metros de altitude,  o que garante muito frio no Inverno e temperaturas mais agradáveis à noite no verão. Confira mais fotos de viagens no Instagram. Ou no Twitter.

Tem novidade na Biscoiteria Itallinni, no Vale dos Vinhedos

O Vale dos Vinhedos em Bento Gonçalves não tem apenas vinícolas. Tem outras ótimas atrações. Uma delas é a Biscoiteria Itallinni, que fica em frente à vinícola Almaúnica. À direita de quem segue para Monte Belo do Sul.

IMG_20181229_141538360_HDR.jpg

A novidade é que, além dos ótimos biscoitos, a biscoiteria vende também sobremesas. A Ambrosia da Fornello di Luccia é sensacional.

IMG_20181229_141409567.jpg

Os doces vem em embalagens de vários tamanhos, para agradar a todos. Vale a pena experimentar. Lá tem ainda picolés de sabores especiais. Um deles é justamente ambrosia.

IMG_20181229_141339628.jpg

A Itallinni é um lugar especial, onde os biscoitos são artesanais e feitos com receitas caseiras.

IMG_20181229_141449918.jpg

Além dos produtos, o ambiente é bem agradável.

IMG_20181229_141432090.jpg

IMG_20181229_141504697.jpg

Uma parada imperdível para quem está passeando pelo Vale dos Vinhedos.

IMG_20181229_141519097_HDR.jpg

Se a temperatura estiver agradável, tome um café. Se estiver mais calor, experimente o sorvete. Do Vale dos Vinhedos é possível pegar um caminho para a Estrada do Sabor, em Garibaldi, também com várias atrações gastronômicas. Confira mais fotos de viagens no Instagram. Ou no Twitter.

O Parque Castelinho do Caracol em Canela

Quem visita a Cascata do Caracol já deve ter passado pelo Castelinho, onde funciona um Bistrô e um museu. O ingresso do museu é 10 reais e para entrar no Bistrô tem que pagar a taxa. É um casarão antigo e muito bonito.

IMG_20181227_112334171_HDR.jpg

IMG_20181227_115253799.jpg

IMG_20181227_115312786_HDR.jpg

Mas caminhar pelo parque é de graça. Lá tem muitas casas antigas.

IMG_20181227_114957480_HDR.jpg

IMG_20181227_115049492_HDR.jpg

IMG_20181227_112520094_HDR.jpg

IMG_20181227_115028687_HDR.jpg

Tem ainda um riacho e uma ponte coberta de madeira, além de outras atrações.

IMG_20181227_114603851.jpg

O Castelinho fica à esquerda de quem desce, bem perto do Caracol. Nas proximidades fica esta vinícola.

IMG_20181227_110607058_HDR.jpg

Confira também meu perfil no Instagram. Ou no Twitter.

 

 

Novo roteiro turístico em Flores da Cunha

Uma tendência em municípios do Interior é a criação de roteiros turísticos envolvendo pequenos produtores rurais. Em Flores da Cunha, por exemplo, foi lançado o Caminhos do Mirtilo, no Travessão Carvalho, no distrito de Otávio Rocha. O Distrito fica a 14 km do centro de Flores da Cunha, com acesso por estrada asfaltada. É uma das regiões mais bonitas da Serra. O passeio pela propriedade terá sete pontos de parada, contando a história da família dona das terras, da fruta, e também com pontos de observação da paisagem: morros e até a cidade de Nova Pádua. O mirtilo, também conhecido como blueberry, é uma pequena fruta arredondada de cor roxa intensa quando madura. Essa fruta cresce em pequenos arbustos que gostam de climas mais frios, por isso, seu maior cultivo concentra-se na região Sul do Brasil.

fl4

Para participar do passeio o ingresso custa R$ 17,00, com direito a degustação de doces, sucos, cucas e geleias a base de mirtilo. Lembrando que a propriedade também faz parte do roteiro “Villa Otávio Rocha”. Informações pelo telefone (54) 3279 1050. A região de Otávio Rocha tem belas paisagens.

fl5

As fotos acima são de divulgação do roteiro. O Blog já mostrou muita coisa de Flores da Cunha. Também em Otávio Rocha, o turista pode visitar uma gruta religiosa.

fl3

Flores da Cunha tem a vinícola mais moderna do Brasil, a Argenta.

fl2

E o município conta ainda com outro roteiro para atrair os turistas, o Mérica,Mérica.

fl1

Como se vê, motivos não faltam para conhecer a região de Flores da Cunha. Confira ainda meu perfil no Instagram. Ou no Twitter.